Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Musica Dear God Avenged Sevenfold (tradução)

Querido Deus
Numa estrada solitária, cruzei outra linha fria de estado Milhas longe daqueles que amo por razões difíceis de encontrar, Enquanto me recordo de todas as palavras que você me falou. Isso não ajuda, mas desejo que eu estivesse lá, De volta ao lugar onde eu amo estar, oh yeah Querido Deus, a única coisa que peço a você é Pra cuidar dela enquanto eu não estiver por perto, Quando eu estiver muito distante. Todos nós precisamos dessa pessoa que pode ser verdadeira com você Mas eu a deixei quando eu a encontrei E agora eu desejo ter ficado Pois eu estou solitário e estou cansado Estou sentido sua falta de novo, oh não Mais uma vez... Não há nada aqui para mim, nessa estrada abandonada Não há ninguém aqui enquanto a cidade dorme E todas as lojas estão fechadas. Isso não ajuda, mas penso nos tempos que tive com você, Fotografias e algumas memórias irão me ajudar a superar, oh sim Querido Deus, a única coisa que peço a você é Que a abrace enquanto eu não estiver por perto Quando eu estiver muito distante Todos nós precisamos dessa pessoa que pode ser verdadeira com você Mas eu a deixei quando eu a encontrei E agora eu desejo ter ficado Pois eu estou solitário e estou cansado Estou sentido sua falta de novo oh não Mais uma vez Alguns procuram, nunca encontrando o caminho Brevemente, eles desperdiçaram tudo Eu encontrei você, algo me disse para ficar , Eu cedi aos caminhos egoístas E como eu sinto a falta de abraçar alguém Quando a esperança começa a desaparecer.... Numa estrada solitária, cruzei outra linha fria de estado Milhas longe daqueles que amo por razões difíceis de encontrar... Querido Deus, a única coisa que peço a você é Que a abrace enquanto eu não estiver por perto Quando eu estiver muito distante Todos nós precisamos dessa pessoa que pode ser verdadeira com você Mas eu a deixei quando eu a encontrei E agora eu desejo ter ficado Pois eu estou solitário e estou cansado Estou sentido sua falta de novo oh não Mais uma vez

Nenhum comentário:

Postar um comentário